5.9.11

Meus grafites toscos: treinando no muro da minha casa


 Bom ,já falei aqui o quão difícil é grafitar e nesse post venho reforçar a afirmação:é realmente muito DI-FÍ-CIL! Precisei de coragem para postar essas fotos aqui,mas como esse blog é uma espécie de diário pessoal achei legal postar para que depois eu mesmo possa ver minha evolução e, realmente, tenho evoluído.Na foto aí de cima ,repare no porquinho,já tinha feito ele antes ,só que não tive coragem de postar o primeiro porque ficou muito mais tosco que esse!Nesse já consegui fazer melhor ,não esfumaçar,fazer linhas curvas menos tortas e corte na diagonal,mesmo que não tenha saído bom ,já tive um avanço,afinal ,nem todos nascem com o dom do graffiti,com técnica e treino vamos melhorando.
Reparem no cupecakes não consegui fazer os cortes dos vincos da forma,acho que se tivesse feito o cupecake  reto teria saído melhor.Tenho uma certa dificuldade ,pois sou canhoto,então em algumas posições acabo me enrolando.


O bom de treinar em casa é que você vai conhecendo melhor as tintas e os bicos.Essa verde florescente por exemplo não cobre de primeira e é meio pastosa ,então não é muito boa para corte,ela é meio translúcida.Testei também fazer um diamantes para melhorar nas linhas retas,conforme fui fazendo muitos fui melhorando,a parte mais complicada é fazer as linhas diagonais e traços mais pequenos.

Fiquem ligados !Porque depois passo a borracha nessa parede e mando mais ,aí vamos vendo minha evolução passo-a-passo.Ideias não me faltam para sair as ruas grafitando ,só preciso melhorar o traço.
Abraços!

Um comentário:

Gostou? Compartilhe!