12.7.16

Inspirações de looks para tombar usando transparências!


























































Faz um tempinho que estou apaixonado por transparências, venho salvando diversas imagens de looks como referência tanto para montar meus looks, quanto  para  criar alguma peça para minha marca, a Snipper ,  pois na verdade uma coisa acaba influenciando a outra.  Esse desejo por alguma ,acaba de certa forma gerando em mim um insight  criativo, aquela luz divina,  para criar algum modelo novo para marca.

Foi-se o tempo em que peça  transparente era peça restrita só ao vestuário feminino. Hoje em dia as transparências são grande tendência no Lifestyle de quem curte moda urbana, transita entre o punk-rock e hip-hop, vai do despojado ao sofisticado, é usada por todos os gêneros e tipos de corpos.

Regras para usar : nenhuma ! Esqueça aquela máxima de que tem que combinar  a cor do underwear com a cor da peça transparente. Agora vale usar uma peça transparente branca e o top por baixo preto. Ouse!


As transparências pretas continuam sendo um clássico da moda, mas as transparências brancas vieram com tudo, principalmente quando usadas com outra peça mais escura por baixo contrastando! Olha só que tiro as inspirações que selecionei pra vocês!!!!
































































Lá na Snipper foram criados duas peças, um top cropped mais amplo usado acima pela blogger    Lari Cunegundes e a camisa lonngline que uso no look abaixo. As peças são feitas em um tecido de Viscolycra listrado com leve transparência entre as listras. Sutil e sofisticada, que mescla com o tom da pele de cada um ,parecendo que o tom da pele se integra a estampa. Puro estilo !








































































































































































Curtiram as propostas ? Deixem seus comentários!!!!

27.6.16

Do Gueto ao Luxo : HEX surge com lançamento de coleção agenero inspirada nas periferias

"HEX chega ao mercado com proposta de roupas agenero com coleção inspirada nas periferias cariocas e na cultura Black

Com lançamento marcado para o dia 2 de julho às 17h no espaço Frey Kalioubi, HEX é uma marca agenero, idealizada pelos irmãos Rodrigo Ferreira e Rafael Ferrero, que nasce com o propósito que vai além do vestir. Sua missão é desconstruir tabus e dogmas em torno do que é considerado "masculino" e "feminino" na moda. A marca tem a ausência de gênero como baseo que não é apenas uma tendência de temporada, mas construção de uma marca que acredita no protagonismo e nas liberdades individuais.


























A  HEX se baseia no desejo de empoderar pessoas em busca de sua própria expressão além de inspirar aqueles que desejam reforçar sua individualidade. Por isso tem seu DNA fortemente ligado ao movimento Black, feminista e LGBTQA. A modelo Joana Couto e o modelo Miguel Lourenço são os garotos-propaganda da marca que conta com corpo de funcionários formado 80% por mulheres e o autor Aguinaldo Silva como seu grande embaixador e incentivador.

























A proposta da HEX é propor uma linguagem de alta costura, trabalhando com a modelagem de alfaiataria e peças produzidas em pequena escala, o que garante que aos seus clientes exclusividade, com um biotipo delicadamente estruturado para que a mesma peça sirva tanto para o corpo masculino, quanto para o corpo feminino.
























Com uso de matéria-prima e mão de obra genuinamente brasileiras e inspiração na cultura dos subúrbios do Rio de Janeiro, a marca quer mostrar que existe moda e possibilidade de criação nas periferias. E que existem propositores de tendências e formadores de opinião capazes de influenciar por toda parte da cidade. A consciência ambiental e de descarte também faz parte da marca que utiliza os retalhos transformando-os em bolsas.

Em sua primeira coleção “Do Gueto Ao Luxo”, HEX aposta em cores que não são as cores da temporada da moda, inovando também neste aspecto, onde as coleções não se guiam por tendências de temporada, mas por temáticas disparadoras das criações onde uma coleção é a continuação da outra.

Segundo Rafael Ferrero, ator e um dos idealizadores da marca, sua trajetória na periferia carioca e suas referências femininas como a mãe e a avó foram inspirações constantes para a criação da primeira coleção, assim como a trajetória e o estilo da rapper curitibana Karol Conka e o seu álbum “Batuk Freak” – tanto que o nome da coleção é título de uma de suas canções -, que traz como inspiração a ideia da visibilidade e empoderamento das minorias, o poder da periferia e zonas sem privilégios: “A sociedade me deu todos os motivos para seguir um caminho obscuro, um caminho que talvez me fizesse estar morto: preto, pobre e suburbano. A questão é que estou saindo do gueto para conquistar meu lugar ao luxo. A moda culturalmente é vista como algo para ser feito por pessoas ricas, pós-graduadas, moradoras de área nobre, pela elite que vem sobrecarregada de informação e privilégios desde o ensino básico, quando não se nasce em berço de ouro precisamos conquistar a cada dia nosso espaço, sem desmerecer o espaço do outro. A HEX vem para quebrar mais esse tabu.”, diz Rafael."

23.6.16

Fotógrafos que você precisa conhecer : Muriel Xavier


























Comecei essa Tag " Fotógrafos que você precisa conhecer " há um tempinho (você pode ver o post aquia) e hoje venho publicar sobre mais uma fotógrafa que tem um trabalho super poético e cheio de representatividade . Me apaixonei pelo trabalho dela desde a primeira vez que vi uma foto pelo Facebook.  Ter uma  câmera de qualidade e fazer boas fotos hoje em dia muita gente pode fazer, agora conseguir desperta a emoção de quem está do outro lado vendo, poucos conseguem. Quando olho essas fotografias consigo identificar que é arte! 

autorretrato

























Muriel Xavier  conheceu a fotografia ainda pequena observando os tios que já atuavam na profissão e aos 16 anos resolveu ver o mundo através do obturador também. Desde então começou a registrar eventos de família, além de casamentos e fotos em estúdio com os tios. 

 Dividida entre São Paulo e Campo Grande, já realizou trabalhos importantes nas duas capitais. São de Muriel a concepção e as fotos da capa do álbum “Autorretrato” do rapper Nego E. Ela também é responsável pela arte da capa e as fotos do livro “Negra, Nua e Crua” da poetisa Mel Duarte (acima ).  
Além disso já fotografou artistas como Slim Rimografia, Akua Naru e Kamau. 

 Também fez ensaios e campanhas das marcas Je Te Kiffe (SP), Miscê (SP) e V.Log (CG). 

 A fotógrafa também tem um projeto autoral batizado de “Mama” onde retrata mães amamentando seus filhos em lugares públicos para que seja visto como algo natural como deveria ser: Por um mundo onde a amamentação seja respeitada e a mulher que amamenta, sagrada. A mulher e o universo feminino, aliás, são sempre seu assunto predileto. Muriel e sua mente criativa estão sempre em atividade, em movimento. E, logo mais, algo atrairá seu foco e seu olhar. Com o mesmo amor que lhe é peculiar.

As fotos abaixo são de uma série em dupla exposição em que Muriel mistura suas fotografias em P&B com elementos da natureza e paisagens. Confiram que preciosidade!



































Curtiram o trabalho da Muriel e querem saber mais ? 
Acessem :http://murielxavier.wix.com/photography

18.6.16

DIY : Customizando com Patches e Bottons

Tempos de crise e os customizações estão com tudo ! Mais do que um modismo, dar uma cara nova pra peças antigas virou uma necessidade atualmente e, pensando niss , criei um vídeo de "faça você mesmo" pra inspirar vocês lá no canal do Youtube. Espero que curtam o vídeo e as inspirações!






















































@martte_








Gostou? Compartilhe!